quarta-feira, 17 de junho de 2009

O GIRASSOL


"Nossos olhos são seletivos, nós “focalizamos” o que queremos ver e deixamos de ver o restante.

Escolha focalizar o lado melhor, mais bonito, mais vibrante das coisas, assim como o girassol escolhe sempre estar virado para o sol!

Você já reparou como é fácil ficar de baixo astral?

“Estou de baixo astral porque está chovendo, porque tenho uma conta para pagar, porque não tenho exatamente o dinheiro ou aparência que gostaria de ter, porque ainda não fui valorizado (a), porque ainda não encontrei o amor da minha vida, porque a pessoa que quero não me quer, por que...

É claro que tem hora que a gente não está bem”.

Mas a nossa atitude deveria ser a de uma antena que tenta, ao máximo possível, pegar o lado bom da vida. Na natureza, nós temos uma antena que é assim.

O girassol se volta para onde o sol estiver.

Mesmo que o sol esteja escondido atrás de uma nuvem.

Nós temos de ser mais assim, aprender a realçar o que de bom recebemos. Aprender a ampliar pequenos gestos positivos e transforma-los em grandes acontecimentos.

Temos de treinar para sermos girassol, que busca o sol, a vitalidade, a força, a beleza.

Por que só nos preparamos para as viagens, e não para a vida, que é uma viagem?

Apreciar o amor profundo que alguém em determinado momento dirige a você.

Apreciar um sorriso luminoso de alegria de alguém que você gosta.
Apreciar uma palavra amiga, que vem soar reconfortante, reanimadora.

Apreciar a festividade, a alegria, a risada.

E quando estivéssemos voltando a ficar mal humorados (as), tristonhos (as), desanimados (as), revoltados (as), que pudéssemos nos lembrar de novo de sermos girassóis.

Selecione o melhor deste mundo, valorize tudo o que de bonito e bom que haja nele e retenha isto dentro de você.

É este o segredo de quem consegue manter um alto grau de vitalidade interna".

Autor: CLAUDIO SILVA BORGES.
Postagem editada em 20/11/2012.

Um comentário:

  1. Valeu, camarada! Bom material para leitura e orientações.

    ResponderExcluir