terça-feira, 17 de julho de 2018

CORREDOR AMPUTADO

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, montanha, céu, shorts, nuvem, atividades ao ar livre e natureza






A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, céu, nuvem e atividades ao ar livre







A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas no palco, shorts, sapatos e atividades ao ar livre


Alex das Pratas Matense, 41 anos, é um corredor amputado! Sua história de superação é impressionante. Ele consegue correr 10 km em pouco mais de 60 minutos, utilizando muletas comuns! Só vendo para acreditar! Além disso, é um dos atletas do time de futebol de amputados existente aqui em Salvador, que já participou de alguns torneios realizados em varias partes do país, com boa atuação. 

A imagem pode conter: 14 pessoas, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre

A história de Alex serve de inspiração para todos, especialmente para corredores de rua e pessoas com alguma deficiência física, pois mostra que quando se tem determinação e persistência, nada é impossível. 


A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e sapatos


O drama de Alex começou no dia 01/09/1990, então com 13 anos, quando estava voltando para casa, de bicicleta, na cidade onde nasceu, Mata de São João, Bahia,  e foi atropelado por um ônibus. 


O acidente quase arrancou sua perna direita na hora. Conduzido para o HGE - Hospital Geral do Estado, distante 40 km de Salvador,  fez a viagem em uma ambulância precária, quase sem medicamentos,  pois os paramédicos não conseguiam pegar suas veias devido à grande quantidade de sangue que perdeu. 



Foram nove dias entre a vida e a morte e em estado de coma, mas depois de dois meses e algumas cirurgias, recebeu alta. Só que perdeu praticamente todo o osso fêmur na amputação. Isso, no entanto, não lhe impediu de começar a jogar futebol com os colegas de rua. 



Quando sofreu o acidente Alex já era estudante de música e foi essa profissão que lhe permitiu se mudar para Salvador, contratado por uma igreja para tocar. 



Além do trabalho com música, o jovem amputado começou a trabalhar com bijuterias e posteriormente aprendeu um pouco de ourivesaria, de modo que conseguiu montar um ateliê especializado em alianças personalizadas. 


Nove anos após o acidente e já com um pequeno comércio, estabelecido no bairro de Sussuarana, conheceu sua  esposa, Renata Araújo, com quem se casou em 2014. Também investiu em sua educação e foi aprovado no vestibular da UFBA - Universidade Federal da Bahia para o Curso de Música, graduação em Piano, o qual frequentou por quatro anos, mas não conseguiu concluir ainda,  devido a correria com suas atividades como comerciante.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, céu, montanha, atividades ao ar livre, natureza e água

Foi no final do  ano de 2016 que  surgiu na sua vida o também amputado Luciano Reis, (atual presidente do Futebol de Amputados) que tinha um Projeto de montar um time de futebol de pessoas com esse tipo de deficiência, mas que estava parado.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé


Convidado para ajudar a tocar o Projeto, Alex não pensou duas vezes e, juntamente com mais alguns componentes, conseguiram formar uma equipe que já é conhecida em todo o Brasil, pela sua qualidade! 

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé




Mas Alex não estava ainda satisfeito. No ano de 2017, através de um amigo,  conheceu a corrida de rua e se apaixonou pela modalidade! Já participou de algumas provas de 10 km e está se preparando para fazer sua primeira meia maratona!



A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, céu e atividades ao ar livre


Perguntado por que não usa uma prótese, ele explica que no seu caso a prótese é limitante, pois teria que ser no quadril, já que sua amputação foi de praticamente todo o fêmur e assim reduziria toda a marcha. 

Em duas oportunidades  participei de provas com Alex. A primeira foi a XXXVI Corrida Rustica Riachuelo, quando nos conhecemos. Naquela oportunidade pude comprovar sua extraordinária competência, correndo em minha  frente e de minha parceira Palmira Farias mais da metade do percurso! Ficamos impressionados com sua força, determinação e habilidade para correr com muletas !  Aguardamos sua chegada para aplaudi-lo! Um verdadeiro show!


A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos e atividades ao ar livre



A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A segunda vez foi na XIX Corrrida 2 de julho, então já conhecidos e pudemos correr juntos boa parte da prova e no final nos abraçar e confraternizar! 
A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, pessoas em pé e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 5 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

Grande Alex! Parabéns.... Você é show!!!!!
Se Deus permitir, ainda faremos muitas corridas juntos...

Até breve....

quarta-feira, 30 de maio de 2018

O tratamento do câncer de boca e suas sequelas!

O tratamento do câncer de boca e suas sequelas! 









Eu estou CURADO do câncer de boca que me atingiu, mas as sequelas do tratamento com radioterapia e quimioterapia ainda me atormentam.


Falta de saliva, de apetite, boa seca e amarga, fazem parte de minha rotina! 



As pessoas me perguntam: como mesmo assim você consegue correr? A resposta é: não existe melhor terapia! Sim, para mim a corrida funciona como psiquiatra, psicólogo e psicanalista. 



Quem me vê correndo curtas distâncias  levando um cinto de hidratação com quatro garrafinhas, certamente se pergunta qual a necessidade! É simples: para poder correr preciso ficar molhando a boca a todo instante para aliviar a secura. 



Felizmente a corrida me permite fazer isso. Como fica impossível ingerir tanta água, o fato de estar correndo na rua me possibilita usar a mesma apenas para molhar a cavidade bucal e depois descartar! 



Esse processo naturalmente é desconfortável, razão pela qual tenho me permitido participar de provas de até 10 km, cuja duração não ultrapasse muito o tempo de uma hora. 



Contando com um razoável número de conhecidos e amigos que a prática da corrida de rua me presenteou, correr na orla e pelas ruas e praças de Salvador é motivo de grande satisfação para mim, pois a todo instante encontro alguém que me cumprimenta e mostra alegria por me ver de volta às pistas! Tudo isso considero salutar para o meu completo restabelecimento.



Tenho dito e reafirmo: câncer é sofrimento, mas não é sentença de morte! Se tiver o infortúnio de ser acometido, não se deixe abater! 



LUTE com todas suas forças, não perca a alegria de viver e fazer o que gosta! No meu caso, eu não desisti de CORRER! 



Até breve....

CORREDORA SEM PERNAS


ANGELINA NASCIMENTO










Uma das únicas corredoras cadeirante do país, a baiana Angelina Nascimento, de 53 anos, tem uma história fantástica! 



Acometida de uma doença chamada polioneuropatia , nossa guerreira ressurgiu para a vida, após eleger a corrida como sua atividade esportiva e se tornou a cadeirante que compete em maratonas e que treina de madrugada pela ruas de salvador. 



Sem nunca ter praticado nenhum esporte, após quase um ano fazendo fisioterapia,  Angelina passou a treinar num triciclo e diz: “A corrida salvou minha vida! Sem ela eu estaria em cima de uma cama me lamentando” ; e completa: “eu sou igual a águia, quando eu quero meus objetivos, eu vou pra cima”!



A polioneuropatia é uma inflação dos nervos provocada por bactérias, que lhe provocou  a perda dos movimentos das  duas pernas! Os seus treinamentos são desgastantes, em média 20 km dia, 100 por semana, 400 por mês! O local é nas proximidades do Dique do Tororó e ela aproveita o pouco movimento de carros para fazer cumprir sua planilha, invariavelmente de segunda a sexta e, aos domingos sempre participa de competições, nas quais via de regra ocupa o ponto mais alto do pódio. 


Assim, se tornou uma atleta vencedora, já tendo sido campeã de provas tradicionais como a Maratona do Rio de Janeiro, a Volta da Pampulha e a São Silvestre. Aliás, esta é sua corrida favorita, já tendo participado e vencido várias edições, que não troca por nada e diz: “eu largo qualquer farra para participar da São Silvestre”! 

Além de atleta, Angelina é também dona de casa e trabalhadora! Para ganhar o pão de cada dia, ela utiliza também as ruas para tirar seu sustento como guardadora de carros, o que não deixa de ser inusitado: para treinar ela precisa de ruas livres, mas para trabalhar, quanto mais carros melhor! 

Para se locomover e exercer sua profissão, ela utiliza uma cadeira de rodas e foi justamente este equipamento que os integrantes do grupo Salvador Pro-Maratona, encabeçado pelo ultramaratonista Roberto Ribeiro da Encarnação, lhe presentearam no domingo, 27/05/2018! Foi uma festa que juntou quase 100 amantes do esporte, vestidos de branco, para correr em volta do Dique do Tororó. Antes todos se reuniram para entregar o valioso presente para ela, que se emocionou e foi às lágrimas (foto abaixo)

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre


Foi aproveitando o ensejo da realização do evento de cunho nacional, denominado Treinão do Brasil  - Correndo pela paz, idealizado pelo maratonista carioca Ubiracy Rezende, o qual reuniu mais de 140 cidades do país, em todos os Estados e até do exterior, para uma corrida simultânea, para pedir pela PAZ em nosso BRASIL e no MUNDO.


Então aqui em Salvador foi feita uma campanha de arrecadação de recursos, que logrou êxito e permitiu adquirir a referida cadeira!


O exemplo dessa mulher vencedora é edificante! A adversidade que lhe atingiu serviu para despertar a gigante  e torná-la numa das maiores atletas na sua modalidade de competição, dando uma prova inequívoca de que o esporte salva vidas e devolve a alegria de viver a quem se dispõe a praticá-lo com garra, determinação, disciplina e, sobretudo, vontade de vencer! 


Até breve ....  

TREINÃO DO BRASIL - CORRENDO PELA PAZ - DIQUE DO TORORÓ SALVADOR - REGISTROS DO EVENTO: Fotos de Roberto da Encarnação, Paulo Caldas e outros!

A imagem pode conter: José Amâncio Neto, sorrindo, em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Roberto Ribeiro DA Encarnacao, José Amâncio Neto e Joelson Dias, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Roberto, eu e Joelson
A imagem pode conter: 7 pessoas, incluindo Valdenice Cerqueira, Sonia Lago, Bruna Freitas, José Amâncio Neto e Rebeca Peleteiro, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre

A imagem pode conter: José Amâncio Neto e Joelson Dias, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Joelson
A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo José Amâncio Neto e Ismael Marquess, pessoas sorrindo, pessoas em pé, shorts, céu e atividades ao ar livre
Casal Eliana e Ismael
A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, Rebeca Peleteiro, Manoel Lima e Geny Clipes, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos, shorts e atividades ao ar livre
Rebeca, Manoel,  Roberta e d Geny
A imagem pode conter: 8 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, pessoas em pé, chapéu, sapatos e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: José Amâncio Neto, sorrindo, em pé, montanha, atividades ao ar livre, natureza e água

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Thaís Menolide
A imagem pode conter: 7 pessoas, incluindo Bene Corredor, Antonio Alves Leite, Luis Eugênio Oliveira e José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Bene Corredor, Antonio Alves Leite e Luis Eugênio Oliveira, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Assombrados: 
A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Sonia Lago, Bruna Freitas, José Amâncio Neto e Rebeca Peleteiro, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre
Sônia Lago, Kari Pina, Bruna freitas e Angelina
A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Antonio Alves Leite, Luis Eugênio Oliveira e José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo José Amâncio Neto e Roberto Ribeiro DA Encarnacao, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos, shorts, atividades ao ar livre e água
Roberto da Encarnação
A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo José Amâncio Neto e Joelson Dias, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Angelina e Joelson
A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo José Amâncio Neto e Ismael Marquess, pessoas sorrindo, pessoas em pé, atividades ao ar livre e natureza
Margarida Caldas, Eliana e Ismael
A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo José Amâncio Neto, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Margarida Caldas
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Sonia Lago, pessoas sorrindo, pessoas em pé, atividades ao ar livre, água e natureza

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos e atividades ao ar livre
Annabela e Thaís
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, shorts, céu, atividades ao ar livre e natureza

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé, árvore, céu, atividades ao ar livre e natureza

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, criança, árvore, shorts, atividades ao ar livre e natureza

A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Luis Eugênio Oliveira e Antonio Alves Leite, pessoas em pé, shorts e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Luis Eugênio Oliveira, pessoas em pé, shorts, sapatos e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 2 pessoas, atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, atividades ao ar livre e natureza


Até breve....