sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

REESCREVENDO MINHA HISTÓRIA

MINHAS PARTICIPAÇÕES NA CORRIDA SAGRADA, DE 2010 A 2016

 1ª -2010
 2ª - 2011
 3ª - 2012
 4ª - 2013
 5ª - 2014
 6ª - 2015
7ª - 2016

APÓS COMPLETAR 65 anos e ingressar oficialmente naquela que é chamada de terceira idade, tive a felicidade de descobrir na corrida de rua uma maneira excepcional de renovar meu gosto pela vida e, sobretudo, uma ferramenta para melhorar minha saúde.

O que parecia impossível, no meu caso se tornou realidade. Até o ano de 2008 eu era viciado em bebida alcoólica e meu peso corporal chegou a ultrapassar os três dígitos. Fazia regimes, mas não conseguia manter o peso, por causa do uso abusivo da bebida.

Fiz então o que todo viciado deveria fazer: procurei ajuda médica. Usei medicamentos por apenas três meses e parei de beber totalmente no dia 11 de outubro de 2008. Comecei uma reeducação alimentar e emagreci 18 kg, mas tinha receio de não conseguir manter.

Como deve ocorrer com todas as pessoas que largam um vício, sentia um vazio muito grande e não tinha sequer vontade de me encontrar com meus amigos. Foi aí que comecei a intensificar minhas atividades físicas. Além de caminhadas, que já fazia regularmente, passei a fazer hidroginástica e também me matriculei numa academia.

Desde então, senti que minha vida começava a tomar um novo rumo. Mantive o peso de 82 kg, meu sono melhorou, as dores no corpo sumiram, inclusive uma tendinite no ombro, que me maltratava há anos. Enfim, RENASCI.

A corrida entrou em minha vida quase um ano depois, em setembro de 2009. Já tinha feito novos amigos na hidroginástica e na academia, mas a sensação que ainda faltava algo persistia. Na época, as corridas de rua começavam a despontar em Salvador, minha cidade, levando ao surgimento de algumas assessorias esportivas e clubes de treinamento. Inspirado em um amigo, ingressei num deles.

A partir daí, reescrevi minha história. Com orientação profissional, comecei a correr paulatinamente, aumentando a intensidade aos poucos, de acordo com meu condicionamento. Apaixonei-me pela corrida e diria que foi “amor à primeira vista”, pois, com menos de três meses já estava decidido a fazer minha primeira prova oficial. 

Para a estreia, escolhi a Corrida Sagrada, que acontece anualmente na 1ª quinta-feira, depois do dia de reis, 
o mesmo dia da famosa Lavagem do Bonfim. O percurso é de 6.8 km e vai da Igreja da Conceição da Praia até à colina sagrada do Bonfim. Treinei com afinco e no dia 14 de janeiro de 2010, com o tempo de 45 minutos, ingressei oficialmente no mundo das corridas. Agradeci ao senhor do Bonfim a benção que me foi concedida e fiz o propósito de continuar participando todos os anos. Neste ano, minha sétima participação, fiz a prova no tempo de 41 minutos.

Correr não é fácil. Não é sem razão que muitas pessoas desistem antes de completar três meses de treinamento. O segredo é persistência, determinação, regularidade, motivação e fixação de objetivos.


Hoje já participei de 70 provas de corrida de rua, inclusive uma de 25 km, 07 Meias maratonas, a São Silvestre, várias de 10 km e outras de menores distância  e posso garantir que: CORREDOR NÃO TEM IDADE!



terça-feira, 19 de janeiro de 2016

MATURIDADE




Autora: Ivone Boechat
1 - Tome posse da maturidade. A longevidade é uma bênção! Comemore! Ser maduro é um privilégio; é a última etapa da sua vida e se você acha que não soube viver as outras, não perca tempo, viva muito bem esta. Não fique falando toda hora: "estou velho". Velho é coisa enguiçada. "Idade não é pretexto para ninguém ficar velho".




2 - Perdoe a você antes de perdoar os outros. Se você falhou, pediu perdão? Deus já o perdoou e não se lembra mais. Não fique remoendo o passado... Não se importe com o julgamento dos outros.




3 - Viva com inteligência todo o seu tempo. Viva a sua vida, não a do seu marido, da sua esposa, dos filhos, dos netos, dos parentes, dos vizinhos, dos amigos... Nem viva só pra eles, viva pra você também. Isto se chama amor próprio, aquilo que você sacrificou sempre! Nunca viva em função dos outros. Faça o seu projeto de vida!




4 – Coma e beba com moderação; durma o suficiente. Tenha disciplina. Fale com muita sabedoria. Discipline sua voz: nem metálica; nem baixinha; seja agradável!




5 - Poupe seus familiares e amigos das memórias do passado. Valorize só o que foi bom. Experiências caóticas, traumas, fobias, neuroses, devem ser tratadas com o psicoterapeuta.




6 - Não aborreça ninguém com o relatório das suas viagens. Elas são interessantes só pra quem viaja. Ninguém aguenta ouvir os relatórios e ver fotografias horas e horas. Comente apenas o destino e a duração da viagem, se alguém perguntar.




7 - Escolha bons médicos. Não se automedique. Não há nada mais irritante do que um idoso metido a receitar remédio pra tudo o que o outro sente.

Faça uma faxina na sua farmácia doméstica.



8 - Não arrisque cirurgias plásticas rejuvenescedoras. Elas têm prazo curto de duração. A chance de você ficar mais feio é altíssima e a de ficar mais jovem é fugaz. Faça exercícios faciais. Socorra os músculos da sua face. Tome no mínimo 8 copos de água por dia e 15min de banho de sol é indispensável.




9 - Use seu dinheiro com critério. Gaste em coisas importantes e evite economizar tanto com você. Tudo o que se economizar com você será para quem? No dia em que você morrer, vai ser uma feira de Caruaru na sua casa. Vão carregar tudo. Não darão valor a nada daquilo que você valorizou tanto: enfeites, penduricalhos, livros antigos, roupas usadas, bijuterias cafonas, ouro velho... prataria preta, troféus encardidos, placas de homenagens. Por que não doar as roupas, abrir um brechó ou dar todas as suas bugigangas?




10 - A maturidade não lhe dá o direito de ser mal educado. Nada de encher o prato na casa dos outros ou no self-service ou numa festa de casamento, falar de boca cheia é insuportável.




11 - Só masque chiclete sem testemunhas. Não corra o risco de acharem que você já está ruminando ou falando sozinha.




12 - Aposentadoria não significa ociosidade. Você deve arranjar alguma ocupação interessante e que lhe dê prazer, serve qualquer coisa ganhando ou gastando (se tiver), dinheiro.




13 - Cuidado com a nostalgia e o otimismo. Pessoas amargas e tristes são chatíssimas, as alegres demais, também. Elogie os amigos, não fique exigindo explicações de tudo. Amigo é amigo.




14 - Leia. Ainda há tempo para gostar de aprender. A maturidade pode lhe trazer sabedoria. Coloque-se no grupo sempre pronto para aprender. Não se apresente em lugar nenhum dizendo: sou muito experiente!




15 - Não acredite nas pessoas que dizem que não tem nada demais o idoso usar roupas de jovens, cuidado. Vista-se bem, mas com discrição.




16 - Seja avó do seus netos, não a mãe nem a babá. Por isso nem pense em educá-los ou comprometer todo o seu tempo com as tarefas chatas de ir buscar na escola, levar a festinhas, natação, inglês, vôlei... Só nas emergências. Cuidado com aquela disponibilidade que torna os outros irresponsáveis.




17 - Se alguém perguntar como vão seus netos, não precisa contar tuuuuuuuudo! Evite discorrer sobre a beleza rara e a inteligência excepcional deles. Cuidado com a idolatria de neto e o abandono dos filhos casados..


.

18 - Não seja uma sogra ou sogro chato. Nunca peça relatório de nada. Seu filho tem a família dele. Você agora é parente! Nunca, nunca, nunca mesmo, visite seus filhos sem que seja convidado. Se o filho ligar pra você, não diga: ah! lembrou finalmente da sua mãe? É melhor dizer: Deus o abençoe meu filho.




19 - Cuidado em atender ao telefone: se a pessoa perguntar como você vai e você responder "estou levando a vida como Deus quer"; "a vida é dura"; "estou vencendo a dureza"; você vai ver que as ligações dos amigos e dos parentes vão rarear, cada vez mais.




20 - A maturidade é o auge da vida, porque você tem idade, juízo, experiência, tempo e capacidade para se relacionar melhor com as pessoas. Então delete do seu computador mental o vírus da inveja, do orgulho, da vaidade, promiscuidades, cobranças, coisas pequenas e frustrantes para tomar posse de tudo o que você sempre sonhou: a felicidade.




Ivone Boechat é consultora e conferencista brasileira sobre aprendizagem, comportamento, educação, família e inteligência emocional. Tem vários livros publicados e promove palestras, cursos e treinamento em todo o território nacional e no exterior.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

ORAÇÃO DE ANO NOVO

Com minha esposa, Graciene Amâncio
  Filhos, Genro e noras: Frank e Liliane, Stella e Eduardo, Mark e Rosângela. 
Filha: Tâmara

Netas: Lara, Bianca e Marina
Netas trigêmeas: Mariana, Maria Luiza e Maria Isabel
Neta: Laís

Neto: Guilherme

Senhor Deus, dono do tempo e da eternidade, teu é o hoje e o manhã, o passado e o futuro.

Ao iniciar mais um ano, paro minha vida diante de teu calendário, que ainda não comecei, e te apresento estes dias, que somente tu sabes se chegarei a vivê-los.


Hoje, te peço para mim e para todos os meus parentes e amigos, a paz e a alegria, a fortaleza e a prudência, a lucidez e a sabedoria.


Quero viver cada dia com otimismo e bondade, levando por toda parte um coração cheio de compreensão e paz.


Que meu espírito seja repleto somente de bênçãos, para que as derrame por onde eu passar.


Enche-me de bondade e alegria, para que todas as pessoas que eu encontrar no meu caminho possam descobrir em mim um pouquinho de ti.


Dá-me um ano feliz e ensina-me a repartir felicidade.


Amém!


quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Gratidão – um dos maiores segredos das pessoas felizes


















"A gratidão pode te fazer feliz. Ser grato é uma capacidade que, uma vez adquirida, transforma seu olhar sobre o mundo, sobre a vida, sobre as pessoas e sobre cada acontecimento.

Há quem diga que o brasileiro é um povo feliz, otimista, que tende sempre a enxergar o lado cheio do copo, porém, o que a observação tem me mostrado é que os otimistas são, na verdade, indivíduos que conseguem sentir gratidão – sejam brasileiros ou não sejam.

Aprendi uma vez assistindo a uma entrevista que: mais importante do que dizer obrigada é dizer um “muito obrigada” com entusiasmo a tudo de bom que nos acontece. A motivação é imprescindível para quem quer iniciar o treino de agradecer ao invés de reclamar. Isso tem sido proposto por muitos profissionais que já perceberam que o comportamento de ser grato pode mesmo fazer milagres.

A capacidade de manter o pensamento positivo, de ter sempre o olhar voltado para o lado bom das coisas (e acreditem: tudo, tudo mesmo tem um lado bom) e o hábito de agradecer todos os dias vai nos levando lentamente a uma mudança de paradigmas, de valores – e essa mudança pode ser uma das responsáveis pela nossa felicidade.

Indivíduos que reclamam muito são aqueles que desenvolveram padrões de pensamentos e comportamentos pessimistas. Se fizermos um treino, poderemos perceber que, para cada evento, para cada acontecimento em nossa vida, existe o nosso olhar, o nosso sentir, o nosso pensar, o nosso interpretar. São eles que podem transformar aquela experiência em algo positivo ou negativo. A grande força está nas “lentes” com as quais os nossos olhos enxergam a vida. Podemos olhar para o trânsito congestionado, para o apagão da energia elétrica, para a implicância da colega de trabalho e para o peso que aumentou na balança no último fim de semana como grandes catástrofes. Podemos reclamar da bagunça que as crianças fazem em casa, podemos detestar a chatice daquela pessoa que insiste em saber como estamos, podemos reclamar por ter que ir ao supermercado lotado e desejar a morte ao cachorro do vizinho que late a noite inteira.

O que faria uma pessoa grata em cada uma dessas situações?

Sim, porque a vida delas não é perfeita. Elas são felizes, apesar de.
  
Felizes por irem de carro ao trabalho e por não precisarem enfrentar a humilhação que é andar de transporte público no nosso país. Gratas pela luz elétrica existir ao perceberem que só damos valor a ela quando não a temos, e também por terem se lembrado de comprar velas para quando vierem os apagões. Elas também agradecem por terem um trabalho, afinal de contas, talvez existam colegas chatas em todos eles e talvez também sejamos chatos aos olhos dos outros, todavia, trabalhar é preciso e ter um emprego é motivo de gratidão sempre. Uma pessoa grata e feliz curte o final de semana e jamais se escraviza por algo que valha mais do que sair da dieta para comer e beber com os amigos ou com a família.

Gente grata adora a bagunça das crianças porque isso é sinal de que estão bem e estão saudáveis. Elas valorizam os amigos, principalmente, os que se preocupam com elas enviando mensagens e querendo saber como elas estão. Eu particularmente aprendi que pouquíssima gente se importa de verdade comigo e como consequência disso, priorizo os poucos que me dedicam alguma atenção em tempos tão solitários. Sobre o supermercado, todos nós devemos ser gratos por poder estar na fila imensa – há muitos que gostariam de estar lá, comprando pelo menos o necessário. E quanto ao cachorro da vizinha: ah… pessoas gratas e felizes costumam ter cachorros e amam incondicionalmente todos eles, sejam do vizinho, sejam das ruas – além do mais, elas dormem bem. Dizem que insônia é coisa de gente infeliz e de consciência pesada.
  
A gratidão pode ser uma das portas para a felicidade, exatamente por que as pessoas gratas são sempre felizes.Agradeça, agradeça muito e sempre. Caso esteja lendo essas palavras em um dia ruim, agradeça por poder ler, pela cama para dormir, por poder se alimentar. Pare de olhar para o que não existe, para o que não pode, para o que não está, para o que não é. Enquanto você lamenta, reclama, agride e recita aqueles famosos versos da hiena Hardy “ó dia, ó céus, ó azar”; alguém ao seu lado solta uma gargalhada, afinal, já que é para imitar as hienas, que seja pelo que elas fazem de melhor: rir!


Dentro de cada um de nós há uma guerra constante entre duas energias, que eu prefiro deixar aqui ilustradas apenas como o lado cheio e o lado vazio do copo. Quem sofre pela água que não tem, deixa de beber a que está ali disponível debaixo do nariz de cada um de nós. E em cada amanhecer é dada a todos a oportunidade de viver um lindo dia, uma nova vida, uma diferente forma de experienciar o que virá. Dê-se uma nova oportunidade. Comece exercitando a gratidão"


Psicóloga, psicoterapeuta, especialista em comportamento humano. Escritora. Apaixonada por gente. Amante da música e da literatura... e, além de tudo, muito bonita! 

Visite o site:


quarta-feira, 21 de outubro de 2015

ESQUEÇA E LEMBRE-SE

ESQUEÇA 

  E 

ESQUEÇA   E  LEMBRE-SE!

"A vida é cheia de memórias, algumas agradáveis e outras nem tanto. Entretanto, juntas elas nos fazem as pessoas que somos. Algumas delas são simplesmente mais dignas serem mantidas do que outras, algumas coisas são boas ​​e fundamentais de se lembrar e outras ficam melhores armazenadas com as nossas lições de vida e experiências. Reflita sobre isso lendo este belo poema cheio de sabedoria, que diz muito em apenas algumas palavras.
  
Esqueça cada ato de bondade seu
Assim que o tenha feito. 

Esqueça cada elogio que cai sobre você
Assim que o tenha ouvido. 

Esqueça a calúnia que você ouve
Antes que possa repeti-la. 

Esqueça cada indelicadeza, despeito e rancor
Onde quer os encontre.

Lembre-se de cada ato de bondade de alguém com você
Qualquer que seja sua medida.

Lembre-se de cada elogio dado a você
E passe-o para frente com prazer.

Lembre-se de todas as promessas feitas
E as mantenha ao pé da letra.

Lembre-se de quem te ajuda
E seja um devedor grato.

Lembre-se de toda a felicidade
Que vem a você em vida.

Esqueça cada preocupação e angústia;
Seja esperançoso e perdoe.

Lembre-se bem, lembre-se com verdade,
De tudo o que você diz ou faz.


E você vai encontrar, na idade e na juventude,
Alegrias verdadeiras e corações para amar você.

 


Permita-se compartilhar a verdade,
Se é sábio espalhá-la,
Para que você, meu amigo, possa valorizá-la
Sempre que estiver em dúvida".

Copiado do site Tudo por e-mail


segunda-feira, 19 de outubro de 2015

O AMOR NÃO É TROCA






"Não raro escuto as pessoas falando que “damos amor e queremos receber amor. Amor é troca”, como sentença definitiva. Não, amor não é troca. A troca é a base do comércio que, sim, ajuda a movimentar o planeta e a dirimir as diferenças entre os povos, porém, amor não é mercadoria para ser negociado.

O amor tem que ser incondicional, sem exigir absolutamente nada de volta ou não é amor. Amor não é moeda de convivência, mas o verdadeiro sentido dos relacionamentos. Na verdade, quando se reclama que o outro não nos devolveu o amor que lhe oferecemos, estamos transferindo para terceiros a responsabilidade pelo nosso vazio existencial.

Um ser integral a caminho da harmonia interior sabe que toda a paz e felicidade de que necessita para se sentir pleno é construída dentro de si por si. A partir de então passa a compartilhar com todos o belo sentimento que lhe encanta o coração. Como um casaco tricotado com a agulha da sabedoria e pelas linhas do amor, que pronto, tem-se o desprendimento de entregar a quem está com frio, sem esperar absolutamente nada de volta, salvo a própria alegria de ter levado um pouco de conforto a alguém.

É imprescindível entender que somente você é responsável por sua felicidade. Transferir ao outro a responsabilidade de lhe fazer feliz é inadequado, tolo e, cedo ou tarde, surgirão os conflitos naturais oriundos de quem carrega um fardo que não pode suportar. Se pode exigir do outro o preenchimento do vácuo de sua alma, pois tal desafio é pessoal e inerente à evolução de cada um. Ninguém tem a obrigação de fazer ninguém feliz. O que é diferente de sempre oferecer o seu melhor para o sorriso e o conforto de alguém.

Ser amado é maravilhoso e uma das dádivas divinas da vida, mas é necessário aceitar que o amor do outro não é nem será a base da sua felicidade. Esta tem que ser construída aos poucos dentro de você.

Cada um de nós, sem exceção, possui as ferramentas necessárias para fortalecer a alma a alcançar a plenitude em completa liberdade, ao largo de qualquer dependência emocional. Dependências, afetiva ou sentimental, nada mais são do que prisões sem grades – embora algumas estejam bem disfarçadas em gaiolas doces e douradas – onde não podemos nos permitir apodrecer.

O amor é a força mais poderosa de todo o universo, raiz de todas as transformações, magias ou milagres. São as asas do ser e a razão da evolução. O poder do amor reside na fantástica realidade de que quanto mais se dá mais se tem, a transbordar infinitamente essa fonte mágica de alegria.

É a única maneira de se conseguir um bilhete para a próxima estação na maravilhosa viagem da vida. Não há outra. A única bagagem que lhe será permitido levar é a essência de seus sentimentos mais nobres e as histórias que escreveu com eles. Somente isto cabe em sua “sacola sagrada”, o seu coração. Esta é a sua verdadeira herança.

Não se pode cobrar nada em troca do amor, porque para existir de verdade o amor tem como premissa o desprendimento, a generosidade, a alegria, a liberdade, o perdão e a harmonia no convívio social. Ao dar amor nos enriquecemos na perfeita proporção da doação. Estranho, não? Apenas enquanto ainda não estivermos despertos de uma série de condicionamentos culturais, sociais e ancestrais que limitam a expansão da consciência. O exercício do amor incondicional nos liberta e aperfeiçoa. Sim, insisto: o amor é incondicional ou não é amor.

O amor tem ricos vieses. Aqui a abordagem será resumida, para mais adiante, em outros trabalhos, ser mais amplamente desenvolvida.
- O perdão talvez seja o mais importante deles. A mágoa é uma terrível masmorra a nos aprisionar àquele que supostamente nos fez mal. As algemas são travadas pela energia do sentir e do pensar. Para nos libertar e seguir adiante no Caminho a única maneira é perdoar.

Não há outra. Na exata medida que o ressentimento encarcera, o perdão liberta. Ao perdoar liberamos o outro de nossos desejos mais sombrios e, nesse compasso, nos libertamos. Assim, o perdão se mostra, além de um ato de profundo amor, ser também de extrema sabedoria.

Entender o perdão é fazer uso de um poderoso instrumento de evolução. O perdão nos concede o sagrado manto da perfeita humildade, por reconhecer as próprias falhas ou as que um dia já nos pertenceram. É o perfeito entendimento de que ninguém nasce pronto. Sim, o mal tem que ser estancado e o erro corrigido. No entanto, ninguém tem o poder de impedir ao ofensor novas possibilidades de acerto no futuro. Assim como você e eu.

- Vivenciar toda a extensão da energia do amor significa entender a inutilidade de aprisionar alguém a si, pois desejo, orgulho e vaidade não constroem o legítimo Direito. Ciúme não é amor. Ciúme é a sombra do amor, o medo de aceitar as asas que o amor concede.

A liberdade de partir, ou ficar, de alguém é absoluta e deve ser respeitada. Dessa maneira, a recíproca será sempre bem aplicada. Ninguém é dono de ninguém. O outro desejará caminhar ao seu lado pelo tempo que as afinidades espirituais estiverem alinhadas. Isto pode durar um dia ou séculos.

A Lei da Evolução é inexorável e fará com que todos cheguem ao destino. No entanto, cada qual viajará na exata velocidade da expansão do seu nível de consciência, que se modificará, seja por gosto ou imposição. Ninguém ficará para trás, mas nem todos estarão no mesmo passo.

Então, algumas separações serão inevitáveis. É preciso entender que o processo evolutivo, embora desenvolvido através do convívio social, com suas dores e delícias, onde aprendemos com uns e ensinamos a outros, é individual e intransferível. Isto explica o erro de desejar manter alguém ao nosso lado a qualquer custo ou mesmo o sofrimento ao ver o outro partir.

Entender que “foi bom enquanto durou” ou “deixe partir o que não mais pertence ao seu momento” é aceitar sábias observações cósmicas. O que muitos chamam de perdas, nada mais são do que imprescindíveis transformações ocultas reveladas pela sabedoria do tempo.

- O amor traz consigo variantes nobres. A palavra misericórdia vem do latim e na minha opinião é uma das mais bonitas da língua portuguesa, pois expressa o sentimento de “colocar o nosso coração para aliviar a dor alheia” como um valioso bálsamo a levar conforto a quem nos procure.

Os orientais ensinam que compaixão é a beleza de “salvar uma alma” e quando assim o fazemos uma nova estrela passa a brilhar no firmamento. Já se perguntou quantas estrelas já ajudou a pendurar no céu? O mais interessante é perceber como o simples ato de oferecer um pouco do seu tempo e algumas palavras amorosas, proferidas com sinceridade, têm o poder de resgatar vidas e modificar rumos. É sementeira barata a disposição de qualquer jardineiro atento.

O amor é o que de mais sagrado existe no ser, pois, em essência, revela a esperança que deposita na humanidade e, por consequência, em si próprio.

Enfim, dentro de cada um de nós adormece essa força capaz de transformar e libertar a si mesmo, expandindo-se em ondas até os confins do universo a embelezar os jardins da existência. No amor reside todo o seu poder e magia. Use-o sem moderação!"

Copiado do site abaixo


quarta-feira, 30 de setembro de 2015

SAÚDE E FELICIDADE


SAÚDE

 e 



Podemos dizer sem nenhum medo de errar: A MAIOR FELICIDADE DO MUNDO É TER SAÚDE.

Sem saúde é quase impossível ser feliz. As pessoas muitas vezes passam a maior parte de suas vidas buscando a felicidade, quando deveriam primeiro procurar por todos os meios preservar a saúde.

Acontece que quando se é jovem, geralmente pensamos que não vamos ficar velhos, esquecendo que só fica velho quem está vivo e que para continuar vivo é preciso ter saúde. “Envelhecer é o preço que se paga para continuar vivo”.

O Dr. Dráuzio Varella nos presenteia com este brilhante texto sobre o assunto:




“A ARTE DE NÃO ADOECER
Se não quiser adoecer - Fale de seus sentimentos:
Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna.Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar, confidenciar, partilhar nossa intimidade, nossos segredos, nossos pecados. O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia.

Se não quiser adoecer - Tome decisão:
A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia.A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões.A história humana é feita de decisões.Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.

Se não quiser adoecer - Busque soluções:
Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos.O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.

Se não quiser adoecer - Não viva de aparências:
Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc., está acumulando toneladas de peso... Uma estátua de bronze, mas com pés de barro.Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz.Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.

Se não quiser adoecer - Se aceite:
 A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos.Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável.Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia.

Se não quiser adoecer - Confie:
Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras.Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.

Se não quiser adoecer - Não viva sempre triste:
O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa.A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive."O bom humor nos salva das mãos do doutor". Alegria é saúde e terapia.”

Assim, é preciso se ter em mente desde jovem que de nada adianta “conquistar o mundo”, adquirir uma infinidade de bens, sem ter saúde para desfrutar. Então, o que mais acontece é que se “estraga” a saúde na busca incessante para acumular bens materiais, para depois gastar tudo com problemas de saúde. Estamos cansados de ver este filme....